EFELisboa

O guarda-redes espanhol Iker Casillas vai continuar nas fileiras do Porto pelo menos até ao próximo 30 de junho por não ter sido transferido durante o mercado de inverno e apesar de ter perdido a titularidade esta temporada.

Nenhuma das ofertas vindas de Espanha, Inglaterra e Estados Unidos das quais se falaram durante os últimos meses se concretizaram, pelo que o guarda-redes vai continuar a lutar por recuperar o seu posto na equipa portuguesa nos quatro meses de competição que faltam.

No entanto, os seus minutos de jogo diminuíram drasticamente a respeito de épocas anteriores e desde novembro apenas disputou seis encontros, todos da Taça de Portugal ou da Taça da Liga, nos quais sofreu cinco golos.

No seu último encontro, a meia-final da Taça da Liga contra o Sporting, Casillas não sofreu qualquer golo e defendeu um penálti a Sebastián Coates na ronda decisiva após o tempo regulamentar, mas o Porto acabou por perder a oportunidade de ganhar o primeiro título de 2018.

Caso Sérgio Conceição continue com a mesma rotação para a baliza dos "dragões", o espanhol terá uma participação mínima na segunda metade da temporada, na qual a maioria dos encontros serão na Liga portuguesa e Liga dos Campeões.

No total, pode aspirar a um máximo de três encontros, começando pelas meias-finais da Taça de Portugal contra o Sporting, cuja primeira-mão se disputa na próxima semana, enquanto a segunda apenas se joga a 18 de abril, enquanto a eventual final será a 20 de maio.

Após duas temporadas como titular indiscutível, Casillas perdeu o seu posto no final em detrimento do jovem José Sá, de 25 anos, por causa do seu rendimento "abaixo das exigências" nos treinos, como apontou Conceição.

Aos seus 36 anos, a sua perda de protagonismo no Porto foi similar à qual teve na seleção espanhola, com a qual não joga há dois anos e a qual irá ver no Mundial deste verão como comentador para uma televisão mexicana.

Uma das poucas notícias positivas para Casillas esta temporada é que tem opções reais de ampliar o seu histórico pela primeira vez desde o Mundial de Clubes que conseguiu com o Real Madrid em 2014, a sua última temporada com a equipa.

O Porto, que terminou as últimas quatro temporadas em branco, é um dos máximos favoritos à vitória no campeonato, além de ter alcançado as meias-finais da Taça de Portugal e os oitavos de final da Liga dos Campeões, nos quais vai enfrentar o inglês Liverpool.